Whatsapp (16)99611-1126 / (17)99234-5489
Internações Imediatas

(16)99611-1126

Atendimento 24 horas

Voluntários e Involuntários

Aceitamos Convênios Médicos

As melhores clínicas

Dependência Química

A Dependência Química

Uma pessoa se torna dependente química por múltiplos fatores, que envolvem desde questões sociais e familiares a necessidades físicas e emocionais. Não é possível determinar quais desses diversos fatores colaboram mais ou menos para o desenvolvimento da dependência.

É possível afirmar, apenas, que o consumo de drogas não está ligado a desvios de caráter ou a criminalidade, mas sim a uma necessidade de satisfação ou alivio oferecido por essas substâncias. Por isso é necessário um acompanhamento e análise profissional médica e psicológica para identificar quais fatores levaram ao consumo e a dependência das drogas.

A dependência química é classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma doença crônica que gera transtornos psiquiátricos e sérias mudanças de comportamento como o descontrole emocional e psicológico, agressividade e desinteresse pelas atividades e convívio social como os estudos, trabalho e família.

Desenvolvida pelo consumo de substâncias químicas que alteram o sistema nervoso central do indivíduo causando a sensação de euforia, prazer e alucinações, a dependência das drogas evolui constantemente, podendo causar a insanidade ou morte do dependente, quando não é realizado um tratamento adequado de reabilitação.

 

dep quimica mulher2

A dependência química é classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma doença crônica que gera transtornos psiquiátricos e sérias mudanças de comportamento como o descontrole emocional e psicológico, agressividade e desinteresse pelas atividades e convívio social como os estudos, trabalho e família.

Desenvolvida pelo consumo de substâncias químicas que alteram o sistema nervoso central do indivíduo causando a sensação de euforia, prazer e alucinações, a dependência das drogas evolui constantemente, podendo causar a insanidade ou morte do dependente, quando não é realizado um tratamento adequado de reabilitação.

 

Uma pessoa se torna dependente química por múltiplos fatores, que envolvem desde questões sociais e familiares a necessidades físicas e emocionais. Não é possível determinar quais desses diversos fatores colaboram mais ou menos para o desenvolvimento da dependência.

É possível afirmar, apenas, que o consumo de drogas não está ligado a desvios de caráter ou a criminalidade, mas sim a uma necessidade de satisfação ou alivio oferecido por essas substâncias. Por isso é necessário um acompanhamento e análise profissional médica e psicológica para identificar quais fatores levaram ao consumo e a dependência das drogas.

WhatsApp (16)99611-1126